Inadimplência escolar: veja como fazer o gerenciamento e a renegociação da dívida

Tempo de leitura: 3 minutos

O Brasil tem 59 milhões de pessoas que devem algum tipo de conta. A inadimplência escolar é apenas uma parte desse gigantesco problema nacional, mas será que ele tem solução? Como fazer os devedores pagarem? Quais problemas isso pode trazer para a sua instituição?

Essas são dúvidas que estão presentes na cabeça de centenas de empresários brasileiros, sejam eles da educação ou não. As respostas para essas questões você vai descobrir agora. Já pode até dizer adeus às planilhas vermelhas com os nomes dos que estão em débito com as mensalidades.

Os problemas da inadimplência escolar

A principal dificuldade que os maus pagadores causam é o comprometimento do planejamento financeiro da instituição. Já que, a partir disso, ocorre uma verdadeira reação em cadeia. Com a gestão econômica debilitada, toda a programação é interferida.

  • fluxo de caixa: não há controle exato do valor de receitas e despesas;

  • balanço: desequilibra o cálculo de ativos, passivos e créditos;

  • faturamento: gera projeção equivocada do que a empresa conseguiu faturar

  • relacionamento: prejudica a relação entre a instituição e os clientes, o que gera um comum descontentamento.

Esses são os principais problemas, mas a depender da quantidade de devedores e do tempo que a dívida tem, a inadimplência escolar pode levar a organização até mesmo à falência. Por isso, entenda em 3 passos como resolver esse problema.

1. Invista em softwares de gestão

Quanto mais organizada for a sua gerência, melhor vai ser feita a resolução de problemas. Existem ferramentas, como programas específicos, que analisam e arquivam tudo que é necessário. Com eles, você vai entender a situação financeira atual da empresa e descobrir estratégias para melhorar o seu negócio.

2. Ofereça descontos

Perder um pouco da margem de lucro é bem melhor do que não receber um centavo sequer. Calcule a dívida de cada um separadamente, chame para conversar e ofereça soluções que vão fazer a pessoa quitar.

Descontos são excelentes opções para pagamentos à vista, por exemplo. Você pode também aumentar o número de parcelas, ou pensar em outras possibilidades em conjunto com o endividado. Faça o que for melhor para todos os interessados.

3. Promova o recebimento antecipado

Dentro de uma escola ou faculdade há pessoas que pagam regularmente e outras que sempre ficam em débito. É hora de também pensar nos bons clientes. Ofereça descontos e premiações para quem se antecipar ao vencimento das mensalidades. 

Isso pode gerar uma reação positiva e fazer com que os próprios inadimplentes queiram negociar as dívidas. Assim, eles vão poder começar a participar do grupo que recebe desconto ao realizar o pagamento antes da data prevista.

Em todas as situações, o atendimento da organização precisa ser profissional. Conversar com os devedores exige respeito e educação. Sempre tente resolver o problema deles, não o seu. A partir desses diálogos eficientes, você vai conseguir, aos poucos, receber os valores e melhorar a vida financeira da sua empresa. 

Não tenha pressa, aja com tranquilidade. Uma grosseria na conversa pode gerar perda de alunos e afetar a credibilidade da instituição. Gostou deste texto, mas ainda tem dúvidas sobre a inadimplência escolar? Não tem problema, é só entrar em contato com a Gennera para saber mais a respeito desse importante assunto.

Inadimplência Escolar

Sobre Blog Gennera

A Gennera tem mais de 15 anos de experiência no desenvolvimento de soluções acadêmicas e financeiras destinadas exclusivamente ao ecossistema de educação, sendo pioneira e líder nas plataformas de gestão educacional online (cloud computing).